Previna a anemia por deficiência de ferro

Use as armas certas contra a anemia por deficiência de ferro, que atinge 10% dos idosos

A Anemia é um problema frequente em pessoas idosas, ela provoca fraqueza e até a morte. Estima-se que mais de 10% da população, com mais de 60 anos, tenham a doença.

Ela surge quando há uma diminuição da concentração das células do sangue (hemoglobinas), isso reduz a capacidade do sangue de transportar oxigênio para os tecidos. Como consequência, até realizar as tarefas diárias fica mais difícil, o que interfere na qualidade de vida.

A Anemia pode apresentar várias causas como a deficiência de ferro, ou até ser provocada por doenças crônicas.

A deficiência de ferro certamente é o principal motivo de anemia no idoso. Ocorre tanto pela baixa ingestão do mineral nas refeições, como através da perda de sangue, por úlceras, hemorroidas e tumores intestinais.

Para o diagnóstico, o principal exame é o Hemograma. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os valores maiores que 13,0 g/dl em homens, e menores que 12,0 g/dl para mulheres são considerados como casos de anemia.

O idoso com anemia apresenta alguns sinais comuns como a pele pálida, cansaço ao realizar suas atividades diárias, taquicardia e falta de ar.

Quando o motivo é a deficiência de ferro, são recomendados uma dieta rica em carne vermelha, leguminosas como feijão, grão de bico e lentilha, cereais integrais, vegetais verde escuro e frutas cítricas para acompanhar os alimentos citados anteriormente. A vitamina C presente nos alimentos cítricos aumenta a absorção do ferro.

Mesmo a deficiência de ferro sendo a causa mais comum de anemia, qualquer pessoa com este diagnóstico deve consultar o seu médico, para que seja feita uma investigação de outras causas possíveis.