Os benefícios da musculação

Praticante fortalece os músculos, aumenta a massa e ainda ganha condicionamento físico

 

Já houve um tempo em que a musculação estava associada apenas à estética. Os praticantes queriam ganhar músculos e impressionar. Hoje em dia, a realidade é outra. Pessoas das mais diferentes faixas etárias têm recorrido à prática em busca de melhor qualidade de vida. “A pessoa fortalece os músculos, com isso tem um ganho de massa e aumenta a resistência”, explica o preparador físico Wanderley Santos, professor da Cia Athlética do Shopping Morumbi.

Mas antes de começar a treinar é fundamental a pessoa passar por uma avaliação médica. É importante fazer testes ergométricos, ecocardiograma e exame de sangue para saber se as taxas glicêmicas e de colesterol não estão alteradas. “Em certos casos, é importante passar por um fisioterapeuta para diagnosticar desvios de posturas que possam ser prejudiciais para a prática de musculação”, diz Santos.

Por trabalhar força, resistência e reduzir o risco de lesões, muitas pessoas têm associado a musculação a outros esportes, como caminhadas e corridas.No entanto, se o praticante quer fortalecer sem aumentar muito a massa muscular, o segredo está na carga para a realização do treino. “O peso deve ser menor e o número de repetições para cada aparelho deve ser maior”, explica o preparador físico, lembrando que o aumento de massa vai existir, mas não na mesma proporção que um treinamento específico para ganho de massa muscular.

Não há diferença na musculação para homens e mulheres, os aparelhos são os mesmos. O que difere é o foco dos treinos. Homens costumam treinar mais membros superiores, enquanto mulheres enfatizam mais os inferiores. A força muscular masculina também é maior, por isso eles aguentam mais peso. Para ambos os sexos, a musculação é indicada, especialmente depois dos 50, quando o corpo começa a perder massa muscular.