O primeiro mês

Saiba o que acontece nesta fase de formação do embrião

 

Só com muita sorte (e atenção), a mulher descobrirá que está grávida antes da 4ª semana de gestação. Mesmo quem tem ciclo menstrual muito regular ou que está tentando engravidar sistematicamente acaba passando batido pelo primeiro mês de gravidez.

A gestação é contada a partir do primeiro dia da última menstruação. O que quer dizer que, tecnicamente, a gestante ainda nem tinha concebido na considerada primeira semana de gravidez… Mas a data é usada porque é muito difícil para o casal estabelecer, com o médico, o dia exato da concepção.  A partir desse momento, espera-se que a gravidez dure 40 semanas – mas o bebê ficará cerca de 38 semanas no útero.

Quando o espermatozoide encontra o óvulo (já na “segunda” semana de gestação, em média), ainda nas trompas, forma-se o zigoto. Então, essa célula-ovo começa a caminhar para o útero e se dividir em duas, em quatro, em oito… E, então, passa a ser chamada de embrião. Depois de quatro dias, o embrião chega ao útero e se implanta lá. Durante a implantação, algumas mulheres podem ter um pequeno sangramento e um pouquinho de cólica.

Logo após a implantação do embrião, o organismo começa a produzir o hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG), que é o elemento medido no teste de gravidez feito com urina. A taxa alta desse hormônio faz a faixa do aparelho mudar de cor.

Neste estágio, o embrião já conta com cerca de 200 células. A parte interior do embrião se transformará no bebê. A parte exterior dá origem ao âmnio, uma membrana transparente que produz e armazena o líquido amniótico, e ao córion, membrana que reveste o âmnio dá origem à placenta.

Essas camadas formarão o saco amniótico no 12º dia de vida do embrião, que começa a se encher de água. Até aqui, o embrião pode se dividir e dar origem a gêmeos univitelinos. Depois, não mais. Neste momento, o bebê tem cerca de 1 mm.Os níveis de progesterona e de estrogênio aumentam bastante, tornando o útero mais espesso para abrigar o bebê e gerando os primeiros sinais de gravidez: seios sensíveis e doloridos, cansaço e náuseas.