Melhore seus hábitos alimentares e a gastrite

Gastrite consiste na inflamação da camada mais interna do estômago, a mucosa gástrica. Geralmente, o quadro dura alguns dias, melhorando espontaneamente. Mas pode permanecer por longos períodos, causando vários danos ao indivíduo, como úlceras, sangramentos e até vômitos com sangue.

Entre as causas da gastrite agúda, que é aquela com curta duração, destacam-se os maus hábitos alimentares, resultado do estilo de vida da população.

Quando dura meses, ela se torna crônica e pode ser conquequência da infecção pela bactéria Helicobacter pilory, que encontra um ambiente favorável devido ao PH ácido do estômago.

Os sintomas da gastrite geralmente são azia, sensação de queimação na região do estômago, indigestão e desconforto após as refeições. O diagnóstico é realizado através de um exame chamado de endoscopia digestiva alta.

Para quem sofre a gastrite agúda, uma mudança dos hábitos alimentares ajuda e muito a combater o problema, reduzindo os sintomas e melhorando o quadro apresentado.

Como recomendação destaca-se:

  • Evitar café, bebidas alccólicas, chocolates em excesso;
  • Não fumar; 
  • Não permanecer muitas horas sem alimentar;
  • Realize várias refeições ao dia, mas em pequenas quantidades. O ideal é fazer uma refeição a cada 3 horas;
  • Comer muitas frutas e verduras;
  • Evitar frituras, pimenta, temperos fortes como catchup, mostarda, e frutas ácidas;
  • Pode-se tomar leite, mas sempre com cautela, não ingerindo grandes quantidades;
  • Não deitar logo após as refeições.
Entretanto quando a gastrite tem outras causas como a bactéria, a mudança dos hábitos alimentares não vai melhorar o quadro. É necessária a consulta a um médico para que o diagnóstico da causa seja correto e o tratamento com medicamentos seja adequado.